Gestão: palavra chave para o sucesso rural em 2017

Helder Alvarenga

O ano de 2016 termina como o ano de preços recordes tanto nas prateleiras para o consumidor final quanto pelo valor pago pela matéria prima aos produtores de leite. Para aqueles que realizaram o acompanhamento de todos os seus custos periodicamente com certeza passaram com menos turbulência nos desafios da atividade leiteira. Mas o que esperar para o próximo ano amigo produtor?

Fazendo uma retrospectiva de  como o mercado de leite se portou em 2016, relembramos que uma menor produção no primeiro semestre acarretou na alta dos preços em toda a cadeia, mesmo com a demanda interna com oscilações. Já a partir do segundo semestre Continuar lendo…


Nova ferramenta para diagnóstico gestacional de vacas

Caroline Freitas

Uma nova forma de detecção de prenhez em vacas promete ser um método simples para a rotina dos amigos produtores, presente no Brasil desde meados de 2016, porém talvez pouco divulgado entre o meio produtivo. O diagnóstico é feito a partir de uma amostra de leite, que permite identificar se o animal está prenhe ou não, detectando a presença de glicoproteínas associadas à prenhez (GAP) presentes no leite. Quando a vaca fica prenhe, passa a produzir essa proteína em níveis mais elevados, podendo ser identificadas no leite a partir do 28º dia de gestação.

Medir a concentração desta proteína é uma forma segura de confirmar a prenhez no animal que podem ser associadas aos métodos tradicionais de palpação e ultrassonografia. Estudos de validação do teste mostram Continuar lendo…


Diarreia em novilhas: medidas simples de controle garantem continuidade na produção

Caroline Freitas

bezerro2Nas primeiras semanas de vida, os bezerros necessitam de maiores cuidados e proteção, devido a sua elevada susceptibilidade às infecções. A diarreia é considerada uma das principais causas de perdas de bezerros na bovinocultura brasileira, de alta morbidade e mortalidade considerável. Por isso, merecem a atenção especial do produtor e técnicos, uma vez que pequenos detalhes podem culminar em grandes prejuízos econômicos e sanitários ao rebanho, sendo a prevenção e o diagnóstico precoce de extrema importância.

Continuar lendo…