O controle estratégico do carrapato bovino é uma prática fundamental para pecuaristas que desejam manter um rebanho saudável e rentável

O controle do carrapato bovino é um desafio constante para pecuaristas e profissionais, uma vez que esses parasitas podem causar sérios prejuízos à saúde e produtividade do rebanho. 

O carrapato bovino, conhecido cientificamente como Rhipicephalus (Boophilus) microplus, é um parasita comum que se alimenta do sangue dos bovinos. Além de causar desconforto aos animais, esses carrapatos podem transmitir doenças e reduzir a produção de leite e carne. Assim, o controle estratégico é essencial para:

  • Minimizar as perdas de produção: carrapatos causam estresse aos bovinos, levando à redução na produção de leite, ganho de peso e fertilidade.
  • Prevenir a transmissão de doenças: carrapatos podem transmitir doenças como a babesiose e a anaplasmose, que podem ser devastadoras para o rebanho.
  • Melhorar o bem-estar animal: um rebanho livre de carrapatos está mais saudável e confortável, resultando em animais mais felizes e produtivos.

Quando Implementar o Controle Estratégico?

O controle estratégico do carrapato deve ser uma prática contínua, mas algumas épocas do ano exigem atenção especial, como o final do período seco e início da estação chuvosa.

 O controle estratégico é feito para controlar a população de carrapatos nas épocas desfavoráveis ao desenvolvimento do parasita, geralmente no fim do período de seco e início do período chuvoso, quando se inicia a primeira geração de carrapatos do ano. Assim, as próximas gerações terão menos parasitas, diminuindo a infestação nos animais. 

Rebanho no pasto

Como Implementar o Controle Estratégico do Carrapato

Agora que sabemos quando implementar o controle estratégico, vamos discutir como fazê-lo de maneira eficiente:

  • Produtos acaricidas: utilize produtos acaricidas de qualidade, como banhos carrapaticidas ou pour-ons, seguindo as instruções do fabricante. É importante conhecer qual a base mais eficiente para os carrapatos presentes na propriedade, para evitar a resistência aos produtos.
  • Manejo Integrado: Combine o uso de produtos químicos com práticas de manejo, como a rotação de pastagens e a seleção genética de animais resistentes.

Devem ser feitas de 4 a 5 aplicações de carrapaticidas com intervalo de 21 a 28 dias entre cada aplicação.

Vantagens do Controle Estratégico

Ao implementar o controle estratégico do carrapato bovino, você desfrutará de diversas vantagens:

  • Maior rentabilidade: animais saudáveis produzem mais, resultando em maior rentabilidade.
  • Menos uso de acaricidas: com um controle eficaz, você pode reduzir a quantidade de produtos químicos usados, economizando dinheiro e minimizando a resistência aos produtos.
  • Bem-estar animal: seu rebanho estará mais confortável e saudável, o que é fundamental para uma boa produtividade.
  • Prevenção de doenças: evitar doenças transmitidas por carrapatos protege seu rebanho e evita despesas com tratamentos veterinários.

O controle estratégico do carrapato bovino é uma prática fundamental para pecuaristas que desejam manter um rebanho saudável e rentável. Ao seguir um plano de controle adequado, você reduzirá perdas, aumentará a produtividade e garantirá o bem-estar de seus animais. Lembre-se de estar sempre atualizado sobre as melhores práticas e produtos disponíveis para manter seu gado livre de carrapatos e pronto para prosperar.

Ficou curioso e quer aprender mais sobre pecuária?
Leia mais em: https://esteiogestao.com.br/blog/

Use um sistema que te permite acessar as informações a qualquer momento e em qualquer lugar.

Você é produtor e quer gerenciar o seu negócio de forma prática e rápida? Conheça as nossas soluções agropecuárias em: https://esteiogestao.com.br/produtos-e-servicos/

Autor:

Eduarda - Autora do conteúdo Controle estratégico de carrapatos

Eduarda Viana – @dicasdazootecnista

Nos acompanhe nas redes sociais e fique por dentro de todas as novidades.

Deixe um Comentário