Saiba mais sobre a estação de monta, uma estratégia muito utilizada pelos pecuaristas

A estação de monta é uma estratégia de manejo muito utilizada pelos pecuaristas de corte que querem concentrar as atividades reprodutivas em um determinado período do ano. Isso permite que os partos aconteçam em uma mesma época, facilitando o manejo das matrizes e a identificação dos bezerros, além de facilitar a formação de lotes mais homogêneos na desmama e aumentar o poder de negociação do produtor que faz a venda desses animais.

A estação de monta não somente facilita o manejo na propriedade, mas possui outras vantagens como:

  • É de fácil implantação na fazenda;
  • Concentra os partos facilitando o manejo dos bezerros recém nascidos;
  • Permite a formação de lotes uniformes;
  • Facilita a desmama;
  • Aumenta a eficiência reprodutiva;
  • Permite identificar matrizes improdutivas que devem ser descartadas.
Bovinos

Quando iniciar a estação de monta?

O primeiro passo é fazer o planejamento antes da estação de monta, de forma a garantir boas condições das matrizes e reprodutores e, para quem utiliza a inseminação artificial, poder escolher e adquirir o sêmen dos touros que serão utilizados. O bom estado nutricional das matrizes é ponto fundamental para que a estação de monta tenha bons resultados, pois vacas com deficiências nutricionais não ficam gestantes e/ou não conseguem manter a gestação. Portanto, ter alimento disponível para os animais é primordial.

No Brasil o início da estação de monta varia de acordo com a região, pois o ponto mais importante é garantir que haja disponibilidade de forragem para o rebanho. Sendo assim, ela geralmente se inicia em novembro e pode se estender até março, tendo uma duração média de 60 a 90 dias, podendo chegar a 120 dias. Além da disponibilidade de forragem, a época de parição dos bezerros também é levada em consideração na hora de iniciar a estação de monta, visto que os bezerros nascidos durante o período seco tendem a apresentar menos problemas de saúde e menor mortalidade quando comparados com os que nasceram no período das chuvas.

Como é feita a estação de monta?

Após fazer o planejamento nutricional para atender as demandas das matrizes durante todas as fases —cio, gestação, pós-parto e retorno ao cio — as matrizes são selecionadas e é feito um protocolo hormonal para realização da IATF (inseminação artificial em tempo fixo), que irá induzir a ovulação e sincronizar o cio de todas as matrizes para que elas possam ser inseminadas no dia e horário estabelecidos. Este trabalho deve ser realizado por um profissional experiente e capacitado, para garantir um bom desempenho reprodutivo.

 Nas propriedades que não utilizam inseminação os produtores selecionam os reprodutores que farão a monta natural e, neste caso, é importante que o reprodutor tenha boa fertilidade para garantir o maior número de matrizes prenhes.

Apesar de ser uma estratégia simples, a estação de monta só apresentará bons resultados nas fazendas que fizerem um planejamento nutricional prévio e contarem com o auxílio de bons profissionais para realizar os manejos. Lembre-se que a palavra-chave que determina o sucesso na pecuária é planejamento, pois sem ele o pecuarista fica dependendo da sorte e, muitas vezes, ele não a encontra e acaba tendo grandes prejuízos. 

Ficou curioso e quer aprender mais sobre pecuária?
Leia mais em: https://esteiogestao.com.br/blog/

Use um sistema que te permite acessar as informações a qualquer momento e em qualquer lugar.

Você é produtor e quer gerenciar o seu negócio de forma prática e rápida? Conheça as nossas soluções agropecuárias em: https://esteiogestao.com.br/produtos-e-servicos/

Autor:

Eduarda - Autora do conteúdo Controle estratégico de carrapatos

Eduarda Viana

Zootecnista, criadora do perfil @dicasdazootecnista no Instagram.

Nos acompanhe nas redes sociais e fique por dentro de todas as novidades.

Deixe um Comentário