A estação de monta é uma estratégia valiosa para os pecuaristas, permitindo a otimização das atividades reprodutivas em seus rebanhos

A reprodução eficiente é fundamental para o sucesso de qualquer criação de animais. Na pecuária, a estação de monta desempenha um papel crucial no processo de reprodução, e otimizá-la pode significar a diferença entre um rebanho saudável e produtivo e problemas reprodutivos que afetam a rentabilidade do negócio.

Neste artigo, exploraremos os benefícios da estação de monta, discutiremos quando e como iniciar esse processo e destacaremos a importância do planejamento nutricional e da assistência profissional para obter resultados bem-sucedidos na pecuária de corte.

Benefícios da estação de monta:

A estação de monta proporciona uma série de vantagens que impactam positivamente a gestão do rebanho e a lucratividade do produtor. Alguns dos benefícios mais notáveis incluem:

  • Concentração dos nascimentos
  • Facilita a identificação dos bezerros
  • Lotes Uniformes
  • Facilita a desmama
  • Aumenta a eficiência reprodutiva
  • Identificação de matrizes improdutivas
Gado no pasto

Quando iniciar a estação de monta?

O sucesso da estação de monta começa com um planejamento adequado antes do início do processo. Garantir que as matrizes e reprodutores estejam em boas condições é fundamental, e a nutrição desempenha um papel crucial nesse aspecto. Vacas com deficiências nutricionais podem ter dificuldades para conceber e manter a gestação. Portanto, é essencial garantir a disponibilidade de alimento de qualidade para o rebanho.

O início da estação de monta no Brasil varia de acordo com a região, sendo importante considerar a disponibilidade de forragem. Geralmente, a estação de monta começa em novembro e pode se estender até março, com uma duração média de 60 a 90 dias, podendo chegar a 120 dias. Além disso, a época de parição dos bezerros é um fator relevante, já que os nascimentos durante o período seco costumam resultar em menos problemas de saúde e menor mortalidade em comparação com os bezerros nascidos durante o período chuvoso.

Como Implementar a Estação de Monta?

Uma vez que o planejamento nutricional tenha sido estabelecido para atender às necessidades das matrizes durante todas as fases, incluindo o cio, gestação, pós-parto e retorno ao cio, é hora de implementar a estação de monta. Em propriedades que utilizam inseminação artificial em tempo fixo (IATF), é necessário um protocolo hormonal para induzir a ovulação e sincronizar o cio das matrizes. Esse procedimento deve ser conduzido por um profissional experiente para garantir a eficiência reprodutiva.

Para os produtores que optam pela monta natural, a escolha de reprodutores com boa fertilidade é essencial para garantir um alto índice de prenhez nas matrizes.

A estação de monta é uma estratégia valiosa para os pecuaristas, permitindo a otimização das atividades reprodutivas em seus rebanhos. Ela não apenas concentra os nascimentos, facilitando o manejo e a identificação dos bezerros, mas também melhora a eficiência reprodutiva e possibilita a identificação de matrizes improdutivas. Para obter sucesso, é crucial realizar um planejamento nutricional prévio, considerar a disponibilidade de forragem e contar com a assistência de profissionais experientes. O investimento em planejamento e manejo reprodutivo é um caminho seguro para maximizar a eficiência reprodutiva e a lucratividade na pecuária de corte.

Ficou curioso e quer aprender mais sobre pecuária?
Leia mais em: https://esteiogestao.com.br/blog/

Use um sistema que te permite acessar as informações a qualquer momento e em qualquer lugar.

Você é produtor e quer gerenciar o seu negócio de forma prática e rápida? Conheça as nossas soluções agropecuárias em: https://esteiogestao.com.br/produtos-e-servicos/

Autor:

Eduarda - Autora do conteúdo Controle estratégico de carrapatos

Eduarda Viana – @dicasdazootecnista

Nos acompanhe nas redes sociais e fique por dentro de todas as novidades.

Deixe um Comentário