O planejamento de volumosos é uma estratégia indispensável para manter a saúde e produtividade dos seus animais

A sazonalidade na produção de forrageiras é uma das maiores preocupações que os pecuaristas enfrentam. As mudanças climáticas ao longo do ano impactam diretamente na oferta de alimento para o rebanho, especialmente durante os períodos de estiagem. É aqui que entra o planejamento de volumosos, uma estratégia indispensável para manter a saúde e produtividade dos seus animais, mesmo quando a natureza parece não colaborar.

Entendendo a necessidade do planejamento de volumosos

Imagine a situação: a estação seca chega, as chuvas são escassas, a temperatura cai e a luminosidade diminui. Nesse cenário, a oferta de forragem reduz drasticamente, comprometendo o desempenho dos animais e os resultados da fazenda.

 É aqui que o planejamento de volumosos se revela como um verdadeiro trunfo. Ao antecipar-se e garantir a reserva de alimento para o rebanho, você assegura que seus animais recebam a nutrição necessária durante o período de escassez.

O conceito por trás do planejamento de volumosos é simples, mas seu impacto é profundo. Consiste em projetar e armazenar a quantidade necessária de volumoso para alimentar seu rebanho ao longo do ano, especialmente nos períodos secos. Isso engloba uma variedade de fontes alimentares, desde pastagens até silagens, fenos, pré-secados, capineiras e canaviais. O objetivo? Garantir uma oferta constante de alimento para todos os seus animais, promovendo eficiência e saúde em sua propriedade.

Colheita de milho para silagem

O processo de planejamento

Antes de mergulhar no planejamento, é crucial abordar alguns pontos chaves que definirão o sucesso da empreitada:

  • Objetivos nutricionais: defina com precisão o que você busca alcançar com o fornecimento de volumosos. Seja a produção de leite, a manutenção do rebanho, a criação, recria ou o processo de engorda.
  • Destino e quantidade: identifique quais animais receberão os volumosos, estipule a quantidade necessária e o período de fornecimento.
  • Infraestrutura adequada: avalie quais recursos e instalações serão necessários para armazenar e fornecer os volumosos escolhidos.

Com essas informações em mãos, o próximo passo é calcular a área requerida para cultivar a quantidade desejada de volumoso, levando em conta a produtividade das forrageiras selecionadas. Lembre-se de adicionar uma margem de segurança de 10 a 20% para minimizar possíveis perdas durante a produção.

Os benefícios do planejamento de volumoso

Para além da garantia de alimento para o rebanho, o planejamento de volumosos traz consigo uma série de vantagens que vão muito além da alimentação:

  • Desempenho Animal: ao garantir uma nutrição adequada, você mantém a produção, evita perdas de peso e promove um bom desempenho reprodutivo. Isso se traduz em melhores indicadores técnicos e econômicos na sua propriedade.
  • Otimização de custos: ao planejar suas compras de insumos estrategicamente, é possível reduzir os custos de produção. A produção interna muitas vezes é mais econômica do que comprar de terceiros, especialmente em tempos de instabilidade de mercado.
  • Uso eficiente de recursos: o planejamento permite direcionar os volumosos de maior qualidade para os animais mais produtivos, enquanto as categorias com menores necessidades nutricionais podem receber alternativas mais acessíveis.
  • Gestão de produção: o planejamento de volumosos também oferece uma visão clara da capacidade de produção da sua fazenda. Isso facilita a tomada de decisões sobre reposição de animais, descarte e até mesmo o arrendamento de áreas para ampliar a produção.

Principais Volumosos Utilizados

Durante a estação seca, a escolha dos volumosos certos é crucial. As opções incluem silagens de milho, sorgo, capim e cana, além de pastagens, fenos, pré-secados, capineiras e cana de açúcar in natura. Esses recursos não são apenas alimentação, mas a base da nutrição bovina. Garantir o acesso de todos os animais a esses volumosos é a chave para evitar perdas desnecessárias.

Em resumo, o planejamento de volumosos transcende a simples tarefa de alimentar o rebanho. É um ato de preparo, estratégia e cuidado. Ao antecipar-se às mudanças de estação e às oscilações do mercado, você constrói um futuro mais seguro para a sua propriedade. A eficiência da produção, a saúde dos animais e a economia de recursos se alinham, pavimentando o caminho para o sucesso sustentável na pecuária. Comece agora, e colha os frutos da sua dedicação nos períodos de escassez.

Ficou curioso e quer aprender mais sobre pecuária?
Leia mais em: https://esteiogestao.com.br/blog/

Use um sistema que te permite acessar as informações a qualquer momento e em qualquer lugar.

Você é produtor e quer gerenciar o seu negócio de forma prática e rápida? Conheça as nossas soluções agropecuárias em: https://esteiogestao.com.br/produtos-e-servicos/

Autor:

Eduarda - Autora do conteúdo Controle estratégico de carrapatos

Eduarda Viana – @dicasdazootecnista

Nos acompanhe nas redes sociais e fique por dentro de todas as novidades.

Deixe um Comentário