Saiba quais são os materiais e procedimentos necessários para realizar corretamente a coleta de amostras de leite

A coleta de amostras de leite é uma prática obrigatória realizada para o controle da qualidade do leite dos produtores. Está prevista nas Instruções Normativas n° 76 e 77/2018 do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), onde todos os laticínios devem realizar pelo menos uma coleta de amostra de todos os produtores fornecedores mensalmente.

Através destas amostras determina-se os teores de gordura, proteína, lactose, extrato seco total e desengordurado, contagem bacteriana (CBT), contagem de células somáticas (CCS) e presença de resíduos de antimicrobianos. Muitos laticínios utilizam esses resultados para compor o pagamento do leite, bonificando ou reduzindo o preço de acordo com o programa de pagamento por qualidade do leite do estabelecimento.

As amostras de leite devem representar todo o volume contido no tanque do produtor, e para que isso aconteça é necessário rigor e padronização dos procedimentos de coleta, pois alguns fatores podem interferir nos resultados. São eles:

-Materiais utilizados e sanitizados;

-Procedimentos de coleta;

-Transporte e armazenamento da amostra;

-Tempo entre coleta e análise;

-Treinamento do responsável ou do agente de coleta.

Os responsáveis pela coleta devem receber treinamentos para realização desta prática, de acordo com as Instruções Normativas 76 e 77, citadas anteriormente.

Materiais utilizado para coleta das amostras

-Frascos de plástico contendo os conservantes bronopol (para análise de CCS e composição do leite) e azidiol (para análise de CBT). Os conservantes são necessários para garantir que a amostra conserve as características desde o momento da coleta até a análise.

Material para coleta de amostra de leite

-Concha inox para coleta;

-Luvas descartáveis;

-Desinfetante ou sanitizante para desinfetar a concha;

-Caixa térmica com gelo (ou geladeiras nos caminhões de coleta de leite) para refrigerar as amostras.

Procedimentos para coleta de amostras de leite do tanque de refrigeração

1 – Homogeneizar o leite

A pá agitadora do tanque deve ser ligada para agitar o leite por 5 minutos (se o tanque tiver capacidade para até 3.000 litros) ou por 10 minutos (se o tanque tiver capacidade superior a 3.000 litros).

2- Lavar e higienizar a concha de coleta.

3- Higienizar as mãos e colocar as luvas para evitar a contaminação da amostra.

4- Realizar a coleta e manusear os frascos e tampas longe do tanque, para evitar que os conservantes caiam dentro do tanque.

5- Identificar corretamente os frascos com as etiquetas.

6- Fazer a inversão/tombamento dos frascos por 10 vezes, para que os conservantes sejam dissolvidos.

7 – Armazenar corretamente as amostras na caixa térmica com gelo ou na geladeira do veículo.

8- Lavar os utensílios.

Amotra de leite

As amostras nunca devem ser coletadas pelo registro de saída do leite, mas sim pela tampa do tanque. Na saída do leite há maior contaminação bacteriana, o que pode alterar o resultado da amostra, e dependendo da quantidade de bactérias poderá causar alterações na composição do leite.

O que não deve ser feito na coleta de amostras:

-Trocar os frascos ou as tampas no momento da coleta;

-Tocar no interior dos frascos e tampas;

-Colar as etiquetas de identificação da amostra na horizontal (o correto é colar na vertical);

-Ultrapassar o volume de leite indicado no frasco ou coletar pouca quantidade;

-Rasurar a identificação das etiquetas;

-Usar cubos de gelo dentro das caixas térmicas;

-Enviar amostras com temperatura acima de 7°C.

A coleta de amostras do tanque, realizada pelo transportador ou agente de coleta, é de fundamental importância para o controle da qualidade do produtor, e muitas vezes interfere no preço de leite que ele receberá. Por isso deve ser feita com bastante cautela e profissionalismo, para que possa representar corretamente a qualidade do leite do produtor.

Bibliografia consultada:

– Embrapa circular técnica 109. Disponível em https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/201532/1/CT-109-revisada.pdf

-Manual de coleta de amostras de leite cru. Disponível em  https://eparaguacu.sp.gov.br/cria/servico-inspecao-municipal/10/

– Educapoint. Coleta de amostras de leite: procedimentos corretos para resultados seguros. Disponível em https://www.educapoint.com.br/catalogo/curso/coleta-amostra/

Ficou curioso e quer aprender mais sobre pecuária?
Leia mais em: https://esteiogestao.com.br/blog/

Use um sistema que te permite acessar as informações a qualquer momento e em qualquer lugar.

Você é produtor e quer gerenciar o seu negócio de forma prática e rápida? Conheça as nossas soluções agropecuárias em: https://esteiogestao.com.br/produtos-e-servicos/

Autora:

Eduarda - Autora do conteúdo Controle estratégico de carrapatos

Eduarda Pereira Viana

Zootecnista pela Universidade Federal de Viçosa com grande experiência em qualidade do leite, tendo atuado por mais de 9 anos junto aos produtores de variadas regiões do país.

Nos acompanhe nas redes sociais e fique por dentro de todas as novidades.

Deixe um Comentário